quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Galinheiro Móvel

Galinheiro móvel é barato, durável e permite o rodízio de piquetes, tornando a criação em sistema de semi-confinamento mais eficiente


Foto enviada pela Rede Social do Bambu - tipo de Galinheiro Móvel 

A criação de frangos caipiras ou coloniais pode ser uma boa alternativa econômica para produtores de pequeno porte ou mesmo para quem tem uma chácara de lazer. Para diminuir os gastos, a melhor opção é utilizar como abrigo para as aves alguma instalação já existente ou aproveitar materiais disponíveis no local, como eucalipto ou bambu. Pensando em casos onde nada disso é possível, a Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia, SC, elaborou, há dois anos, um projeto de galinheiro fabricado com ferro de construção civil e cobertura de cortina de aviário. Além de barato (seu custo, na época de lançamento, foi orçado em 220 reais) e de apresentar maior vida útil que galinheiros de madeira, o projeto tem outra característica importante: é móvel.


Pesando pouco mais de 73 quilos, apresenta vantagens se utilizado em sistemas de semiconfinamento, ou seja, quando os frangos têm acesso a uma área cercada para pastejo (recomenda-se uma proporção mínima de três metros quadrados por ave). Conforme explica o pesquisador Valdir Silveira de Avila, idealizador do projeto, terminado o ciclo de engorda - de 85 dias, se a intenção for comercializar as aves como frangos coloniais, segundo orientação do Ministério da Agricultura -, o galinheiro pode ser levado para uma outra área, permitindo melhor aproveitamento da propriedade.
O local anteriormente utilizado passa então por uma descontaminação natural, através da radiação solar, e terá sua cobertura vegetal recuperada com facilidade, podendo mais tarde ser novamente usado para receber o galinheiro. "Com o rodízio de piquetes, evita-se o pisoteio demasiado numa mesma área e o vazio sanitário torna-se mais eficiente", explica Avila.
O módulo tem capacidade para 100 frangos até a idade de abate e deve ser equipado com bebedouro e comedouros. Avila recomenda que seja instalado de forma a ficar protegido pela sombra de árvores no período a tarde, para não esquentar muito.


Texto: Luis Roberto Toledo 
Reportagens Globo Rural

7 comentários:

  1. Fantastico...e as galinhas se sentem bem a vontade!!!

    ResponderExcluir
  2. 100 aves nesse módulo da foto?
    Interessante. Será que compreendi direito?

    ResponderExcluir
  3. Não querida Mônica, cada módulo comporta uma quantidade, esse da foto 1 são para 10 aves e da foto 2 de 5 a 10 animais. Depende de porte e estágio de crescimento que se encontra. Ok?
    Qualquer dúvida estamos as ordens. Beijos de Luz!

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde! Comecei uma criaçao de garnises e achei otima a ideia p criar varias raças puras no mesmo local sem correr riscos de cruza entre raças. Qual medida apropriada p criar de 3 a 4 garnises por galinheiro ( 1 galo e 2 ou 3 galinhas)?

    ResponderExcluir
  5. Olá Johnny! Pela indicação do Zootecnista que consultamos, o certo seria 1 galo e de 3 a 5 galinhas. Boa Sorte e boa cria !

    ResponderExcluir
  6. qual o material utilizado no segundo galinheiro? e de ferro? e quais as medidas?

    ResponderExcluir
  7. falcao.re@gmail.com13 de outubro de 2013 15:47

    Como faço para adquirir um módulo pequeno....para ate 6 galinhas...estou no Rio Grande do Sul

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog